Pesquisar este blog

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Barreado

Semana passada o pessoal da Confraria Gastronômica fez um Barreado maravilhoso.

Barreado - Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Prato de barreado e a panela utilizada no cozimento. O barreado ou carne barreada é um prato típico do litoral paranaense, sendo o mais tradicional do estado.
Sua origem é açoriana de um ritual de 300 anos ainda seguido no preparo do prato. A origem é atribuída aos portugueses que vieram para o litoral do Paraná no século XVIII. Os registros antigos indicam a Ilha de Guaraqueçaba como a disseminadora da receita. O tempero do prato seguiu junto com outras manifestações culturais para o continente, entre elas o fandango, dança de tamancos ao som da rabeca.
A simplicidade na preparação do prato garantiu que a receita fosse mantida com os mesmos ingredientes e características. Uma das suas características é que mesmo requentado mantém o seu sabor. Durante os dias de festa do fandango, o prato era reaquecido a cada refeição. O sabor não se perde, pois o caldo grosso que se forma é que mantém o sabor da carne.
O prato consiste em uma carne cozida, servida com arroz e farinha de mandioca. O segredo na preparação é o tempo de cozimento na panela de barro - cerca de vinte horas - o suficiente para desfiar toda a carne. Depois de cozida, as fibras da carne se soltam resultando em um caldo grosso e saboroso. Para manter o sabor da carne, é preciso vedar a panela com uma massa de farinha e água, um barro preparado para manter o vapor dentro da panela.
Tradicionalmente o prato é acompanhado de frutas: bananas (com banana o gosto se completa) e laranjas. A cachaça de banana pode ser servida como aperitivo. Como entrada ao prato principal, pode ser servido o bolinho de barreado (bolinho frito recheado com banana amassada e a carne do barreado).
Os locais tradicionais do Estado do Paraná onde encontra-se com facilidade o barreado são as cidades de Morretes, onde o prato é mais conhecido, porem também encontra-se nas cidades vizinhas em alguns restaurantes: Antonina e Paranaguá.


A preparação começou 2a dia 08/08 para ser servido no dia seguinte.
E teve todos os acompanhamentos de direito: arroz, vinagrete, pimenta, farofa, mandioca cozida e camarão frito. Devo dizer que estava muito bom...
O Barreado que eles fizeram na confraria foi ensinado pelo chef Lucimar do Restaurante Nil´s, de Itapoá/SC, com autorização dos irmãos Eduardo e Paulo, proprietários do restaurante e hotel do mesmo nome (http://www.hotelnils.com.br/).

A sobremesa foi arroz doce tradicional de Portugal...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu recado, comentário, observação, será bem vindo...