Pesquisar este blog

terça-feira, 30 de abril de 2013

Moqueca de Siri Mole no Sorocaba Park Hotel


Boa tarde leitores,


No dia 11/04/13 Eu, a Jacinta e a Edna (duas amigas gastrônomas) fizemos um evento bem bacana no Sorocaba Park Hotel.


Nós queríamos fazer uma Moqueca de Siri Mole, que é um prato típico do nordeste, mas o custo dessa iguaria é de R$ 120,00/Kg, e o pedido mínimo é de 10kg para enviarem para São Paulo.

O que iríamos fazer? Unimos o útil ao agradável e fizemos um evento. 
Conseguimos vender quase 40 convites e também uma parceria com o Extra Campolim (que forneceu os vinhos da linha Sommelier.


E assim a ideia inicial se transformou num evento de harmonização de pratos e vinhos, que ficou muito legal.

O cardápio para dar água na boca:

Entrada: Saladinha, Melão e presunto, servido com Vinagrete de Maracujá
Espumante Brut do Vale dos Vinhedos



Principal: Moqueca de Siri Mole com Arroz
Frascati Italiano

2º Prato: Degustação de Picanha de Sol Suína, Paçoca de Carne Seca e Couve frita (Prato novo que já está no cardápio do hotel)
Chianti Italiano

Sobremesa: Bombocado de Mandioca com Sorvete de Creme
Late Harvest Chileno


Novidade na Carreira:

Para quem não sabe estou prestando consultoria para o hotel e para o restaurante, aliás vale a pena conhecer: http://www.sorocabaparkhotel.com.br/ 

O Saboroso Boeuf Bourguignon

É um prato que utiliza ingredientes simples, estilo um picadinho ou carne de panela, com a diferença da complexidade aromática e de sabores do prato. Na verdade cada um tem a sua receita, em geral receitas de família. É considerado um prato popular na França.
Como todo bom prato clássico existem divergências sobre a origem, e provavelmente surgiu do aproveitamento dos alimentos disponíveis na época.
A maioria das referências cita a região de Borgonha como origem do prato, que provavelmente utilizava os vinhos da região para o preparo do prato. A receita foi inventada para utilizar cortes de carne mais duros, que cozinhavam por um longo período para ficar macia. Além disso utilizavam vinho e elementos aromáticos para esconder sabores desagradáveis que poderiam existir pela má conservação dos produtos.
Uma referência que me chamou a atenção, e não deixa de ser possível pela história, é que no século XV, durante a Renascença, através das mudanças dos hábitos alimentares da Itália, a utilização de ingredientes e temperos diferentes, ao aprimoramento do modo de servir e das técnicas culinárias, ocorreu um engrandecimento da cultura e culinária na Itália.
Catarina de Médici, que se casou com o Rei Henry II, e se tornou rainha da França, levou sua comitiva com cozinheiros que desenvolveram o novo método de cozinhar, e transformou a história da gastronomia francesa.
Encontrei também uma fonte interessante sobre os vinhos de Borgonha.