Pesquisar este blog

terça-feira, 4 de junho de 2013

Doces segredos: Os Vinhos de Sobremesa

Vinhos doces são espetaculares para serem apreciados na sobremesa. Combinam com frutas secas, doces em compotas, bolos, frutas frescas e até mesmo com queijos tipo Gorgonzolla. 
São vinhos com alto teor de açúcar, o que muitas vezes confere ao vinho um aspecto licoroso.
Alguns tipos de vinhos doces ou licorosos, destacaram-se pelo mundo devido às suas tradições e qualidades. São eles: 
Vinhos Tokaj - São vinhos produzidos com uvas botritizadas (atacadas por um fungo benéfico) na região denominada Tokaj-Hegyalja na Hungria (daí o nome Tokaji ou Tokay). Em sua maioria são vinhos brancos, de coloração amarela palha intensa (cor de mel).  
Vinhos Sauternes - São vinhos da região próxima de Bordeaux-França. Nem todos os vinhos Sauternes são doces. Somente em anos de boa safra (vintage), quando as uvas são infectadas pelo fungo Botrytis Cinerea. Outro vinho famoso dessa delimitação é o Barsac, proveniente de um sub-distrito de Sauternes. 
Vinhos do Porto - São vinhos portugueses da região que leva o nome do vinho. São encontrados também na versão doce com estágio em carvalho e que tiveram adição (fortificação) de destilado de uva. Os tipos mais populares encontrados em gôndolas de supermercados, adegas e importadoras são o Ruby (tinto), White ou Tawny. 
Exemplos de vinhos do Porto com boa relação custo-benefício: Porto Comenda, Real Companhia Velha e Adriano's. 
Vinhos Marsala - É um vinho produzido na região de Marsala (Sicilia-Itália), É um vinho fortificado e tem pelo menos 12% de álcool, que pode ser fabricado doce. 
É oxidado como o vinho madeira. Tipos de marsala: Fine, Superiore, Superiore Riserva, Vergine, and Vergine Stravecchio or Vergine Riserva. 
Vinhos Late Harvest - São vinhos elaborados com uvas colhidas tardiamente. Quando as uvas passam da época certa da colheita, começam a ficar mais passadas, enriquecendo o teor de açúcar. São vinhos menos encorpados e menos licorosos, mas com preços mais acessíveis que os vinhos Tokaj e Porto. Regiões com climas quentes (por exemplo o Vale do São Francisco no Nordeste brasileiro), têm conseguido obter bons vinhos desse tipo, como o "Miolo Terranova Late Harvest",  
Outros tipos de vinhos licorosos: Além desses famosos vinhos, podemos citar vinhos moscatel, produzidos com uvas do tipo moscato (em francês: Muscadelle) ou ainda os vinhos espanhóis de Jerez.